Orlando: Universal Studios

universal"bitch yas" @ instagram

Finalmente! Primeiro post sobre os dias da viagem propriamente dita. Na verdade chegamos em Orlando no dia 30 à tarde, mas esse resto de dia foi usado para nos localizarmos na cidade: pegar carro, achar hotel, fazer compras no Walmart para a próxima semana, etc. A viagem propriamente dita começou no dia 31 de agosto, e o primeiro parque escolhido foi o Universal Studios.

Universal Studios 1

Universal Studios 2

Como esse dia foi uma segunda-feira da semana de volta às aulas para os americanos, tivemos a sorte de não pegar o parque cheio. A maioria das filas dos brinquedos tinham uma espera dentre cinco e dez minutos, e o raro brinquedo com, no máximo, meia hora de espera. Dessa semana que ficamos em Orlando e fomos em parques, em nenhum dia pegamos parques cheios, mas esse foi o dia mais tranquilo. Com dá para ver nas fotos, o parque não estava nem perto de estar vazio, mas comparado com a lotação que os parques da Universal/Disney normalmente recebem, estava uma maravilha.

Universal Studios 3

O Universal Studios é o menor parque que visitamos, por isso o escolhemos para o nosso primeiro dia. E apesar do seu tamanho, ele acabou sendo meu parque favorito. Os brinquedos da Universal foram os que mais me animaram, e justamente por ser um parque menor, não teve aquele desespero de talvez não conseguir ver tudo.

Universal Studios 4

O primeiro brinquedo em fomos foi o RockIt. Eu sei que todo mundo faz o maior alvoroço pela montanha russa do Hulk, mas gente….. achei o RockIt infinitamente superior. Tem uma queda bem mais emocionante, é bem mais rápida, e o detalhe de você mesmo poder escolher sua trilha sonora é impagável. Despencar lá de cima ao som de Stronger do Kaye West: nada supera!

Universal Studios 5

Universal Studios 6

Universal Studios 8

Perto do RockIt tem uma rua sem saída super charmosa, imitando o estilo antigo de Nova Iorque, com partes da montanha-russa entrepassando pelos prédios. Tinha até uma Macy’s!

Universal Studios 7

Universal Studios 9

Universal Studios 10

Universal Studios 11

Praticamente todo o parque segue esse estilo clássico americano; ao contrário dos outros parques, ele não tem “sub-regiões” obviamente separadas. Exceto, é claro, pelo Beco Diagonal. Mas isso é só mais pra frente.

Universal Studios 13

Universal Studios 17

Depois do RockIt, fomos naquela simulação de furacão; Twister, acho? Já esqueci o nome do brinquedo, para vocês verem o quão sem graça foi. Mas depois dele, vem meu brinquedo favorito, não só da Universal Studios, mas de todos os parques que visitei: O Retorno da Múmia.

Universal Studios 12

Gente, tudo sobre essa montanha-russa foi perfeita. A trajetória, o uso do escuro, todos os efeitos…. ainda me arrependo de não voltar nela mais uma vez. sdds múmia.

Universal Studios 14

Universal Studios 15

Universal Studios 16

Uma das coisas mais legais, não só da Universal, mas de todos os parques, é como decoram e criam um cenário inteiro para as filas de espera dos brinquedos, para que você não morra totalmente de tédio durante as filas mais longas. Na minha opinião, os cenários de filas dos brinquedos do Harry Potter são imbatíveis; mas os cenários da Múmia e Transformers chegam perto. O único porém foi que, como a fila da Múmia era muito escura, não consegui tirar quase nenhuma foto decente. Mas a tremedeira até que ajudou a dar mais “atmosfera” para as fotos, então nem tudo foi perdido.

Universal Studios 20

Universal Studios 21

Universal Studios 22

Do meu brinquedo favorito para o brinquedo favorito dos meus pais: Transformers. Realmente, foi super divertido até para alguém que, como eu, odeia Transformers. Mas o meu problema é que, pessoalmente, não vejo tanta graça assim em brinquedos 3D. Uma montanha-russa de verdade sempre será superior a uma montanha-russa virtual para mim. É claro, nem todo mundo tem essa opinião; como disse, meus pais ficaram maravilhados com todos os efeitos especiais.

Universal Studios 19

Universal Studios 23

Quando meus pais decidiram fazer essa viagem, não era porque subitamente ficamos ricos ou qualquer coisa assim, mas sim porque era seu sonho de criança conhecer a Disney, e somente agora conseguiram tempo livre o suficiente para realizá-lo. Mas é claro, com o dólar com o preço que está, pensamos bastante em onde economizar. Uma das coisas que decidimos foi, em dias de parque, nos limitarmos a apenas jantar em restaurantes (de preferência fora do parque), e, no almoço, levarmos sanduíches e frutas de casa (por isso a passada no Walmart no dia anterior). Esse sistema acabou dando muito certo, não apenas para economizar um pouco de dinheiro, mas também porque, com a constante correria debaixo do sol nos parques, um almoço leve é realmente o mais recomendável.

Universal Studios 24

Universal Studios 25

Universal Studios 26

Após a parada para o almoço, fomos no Homens de Preto – divertido, porém nada extraordinário – e, finalmente, partimos para o Beco Diagonal!

Universal Studios 27

Universal Studios 28

Universal Studios 30

O Knight Bus marca o ponto de entrada do Beco Diagonal: literalmente, uma pequena entrada discreta e fácil de não ser notada, exatamente como nos livros. A sensação mais mágica da viagem foi passar por esse pequeno beco e se deparar com todo um outro mundo. Realmente me senti como o Harry Potter.

Universal Studios 29

Universal Studios 31

Universal Studios 32

Como pode-se perceber, a quantidade de pessoas no Beco Diagonal era bem maior que no do resto do parque. Se lá era difícil tirar uma foto sem pegar pessoas, aqui foi basicamente impossível. Mas nem sempre isso foi algo ruim; tantas pessoas correndo pelo Beco vestidas à caráter dão oportunidade para fotos divertidas.

Universal Studios 33

Fomos em apenas uma atração do Beco, o Gringotes. Foi boa, mas de novo, nada demais, porque não me animo muito com 3D. O mais legal do brinquedo foi justamente sua fila de espera, onde você passa pelo banco, e pelos duendes que administram o lugar.

Universal Studios 34

Universal Studios 35

Universal Studios 36

Universal Studios 37

Universal Studios 38

Honestamente, os parques do Harry Potter poderiam não ter brinquedo nenhum e mesmo seriam minha parte favorita da viagem. Todo o cenário é criado com uma tamanha atenção aos detalhes, que parece mesmo que o local é real, e que a qualquer momento algo mágico pode acontecer.

Universal Studios 39
Universal Studios 40

Universal Studios 41

Começou a chover quando saímos de Gringotes, mas a chuva logo passou. Dica pras migas que vão pra Orlando/Miami nessa época: realmente essa é a temporada de chuva, mas são chuvas de verão: passam em, no máximo, meia hora. O rolê não será estragado por causa da chuva, não se preocupem. (Agora, furacão é outra história.) Aproveitei essa pausa para tirar mais fotos do Beco, e depois disso, pegamos o trem para Hogsmeade.

Universal Studios 42

Universal Studios 43

Universal Studios 44

O Expresso Hogwarts liga os dois parques da Universal, com direito até a um pequeno videozinho passando nas janelas das cabines, e sombras dos personagens nas portas, tudo para dar a sensação de que você realmente está indo para Hogwarts. Chegando no Islands of Adventure, você é deixado bem nas portas do segundo parque do Harry Potter: Hogsmeade.

Universal Studios 45

Universal Studios 46

Universal Studios 47

Universal Studios 48

Hogsmeade tem bem mais brinquedos que o Beco, incluindo a montanha-russa Dragon Challenge, a única a conseguir deixar meu estômago um pouquinho embrulhado. Amei, voltaria mais vezes, hahaha. O cenário de Hogsmeade não me deixou tão encantada quanto o do Beco, mas mesmo assim tem sua própria beleza; meus pais adoraram os telhados cheios de neve.

Universal Studios 49

Universal Studios 50

Terminamos o dia com Forbidden Journey, a atração dentro de Hogwarts. Para ser sincera, esse brinquedo foi o que menos gostei do Harry Potter, mas meus pais amaram. Fomos embora por volta das seis da tarde; se quiséssemos ainda poderíamos andar mais pelo Islands of Adventure, mas decidimos deixar e aproveitar esse parque em um próximo dia. Fiquei um pouco triste que todas as fotos de Hogwarts saíram escuras demais, mas consegui aproveitar algumas. Não poderia terminar esse post sem um foto do Chapéu Seletor, afinal de contas.

Universal Studios 52

Universal Studios 51

Universal Studios 53

Universal Studios 54

Se quiser ver mais fotos desse dia, é só entrar no meu flickr.

Anúncios

Um comentário sobre “Orlando: Universal Studios

  1. Pingback: Itinerário de Orlando + Miami 2015 | Raposísses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s